“Ideias nascem de devaneios, de deixar-se vagar, daquele momento em que você está só sentado ali… O problema com os dias de hoje é que é muito difícil se entediar. Eu tenho 2.4 milhões de seguidores no Twitter que vão me entreter a qualquer momento. É realmente muito difícil se entediar. Eu estou bem melhor em deixar meu telefone de lado, sair para caminhadas chatas, tentar encontrar o espaço para me entediar. É isso que eu comecei a dizer às pessoas que me dizem ‘quero ser um escritor’. Eu digo ‘ótimo, se entedie’.”

– Neil Gaiman

Quem controla o cânone literário?

Canon Literário - quadrinhos

Canon literário 2

Fonte: Incidental Comics

Continue lendo

“Tudo na vida pode ser escrito se você tiver a coragem de fazê-lo e a imaginação para improvisar. O pior inimigo da criatividade é a insegurança.”

― Sylvia Plath, The Unabridged Journals of Sylvia Plath

Faça boa arte: o discurso do Neil Gaiman para profissionais criativos

Em 17 de maio de 2012, Neil Gaiman falou como convidado a uma turma de formandos da University of the Arts da Filadelfia, nos Estados Unidos. O discurso, dirigido aos jovens que acabariam de entrar no mundo do trabalho criativo, é um dos mais inspiradores para quem se dedica a criar qualquer tipo de arte. O vídeo está com legendas em português e abaixo está a transcrição de alguns dos meus trechos favoritos.

“Quando você começa em uma carreira nas artes você não tem ideia do que está fazendo.

Isso é ótimo. As pessoas que sabem o que estão fazendo conhecem as regras, e sabem o que é possível e o que é impossível. Vocês não. E vocês não devem. As regras sobre o que é possível e impossível nas artes foram feitas por pessoas que não tinham testado os limites do possível indo além deles. E vocês podem.”

“Se você tem uma ideia do que você quer fazer, sobre o que você foi colocado aqui para fazer, então simplesmente vá e faça aquilo. (…)

Algumas vezes o caminho para fazer o que você espera fazer estará claramente delineado; e às vezes será quase impossível decidir se você estará ou não fazendo a coisa certa, porque você terá de balancear suas metas e esperanças, e alimentar-se, pagar as contas, encontrar trabalho, e se adequar ao que pode encontrar.

“Eu espero que vocês cometam erros. Se vocês estão cometendo erros, significa que vocês estão por aí fazendo algo.”

Mais tarde, o discurso foi transformado em livro e está disponível na Amazon por apenas R$9,90.

“Não existe agonia maior que ter uma história não contada dentro de você”

– Maya Angelou, autora de I Know Why the Caged Bird Sings

A Caixa de ferramentas do escritor de Stephen King

Escrever é um ofício quase artesanal. E, para encadenar palavras uma atrás da outra e dar-las forma e significado é preciso não apenas prática e um pouquinho de talento, mas também algumas ferramentas essenciais do escritor. É isso que afirma Stephen King em seu manual disfarçado de auto-biografia (ou seria o contrário?) Sobre a Escrita.

Cada escritor possui uma caixa de ferramentas únicas e baseadas em suas experiências pessoais. Por isso é impossível que dois autores escrevam exatamente a mesma história. Se as suas ferramentas estão enferrujadas, sempre é possível polí-las e deixá-las prontas para o uso outras vez. Carregue-as consigo em cada trabalho. A caixa de ferramentas do escritor possui dois níveis. No primeiro, vão as palavras e a gramática, a matéria prima do oficio ou, como ele mesmo chama, os pregos e as porcas. No segundo nível, entram os elementos de estilo que ajudam a polir e decorar o trabalho.

Clique aqui para pesquisar os preços de Sobre a Escrita na Amazon

Continue lendo

“Para mim, o cenário é um dos elementos mais importantes. É um dos personagens principais, um dos heróis. Eu chego a ler até 50 livros para escrever um livro. Nem todos do início ao fim, mas eu os uso como material de pesquisa.”

– CORNELIA FUNKE

O concurso literário Gritos Contidos – Prêmio Coruja Escritora está com inscrições abertas até 15 de setembro. O concurso contemplará os três melhores poemas com prêmios em dinheiro e a entrega de medalhas, além da publicação da antologia com os 250 melhores poemas e sarau com os 20 melhores em cerimônia de Premiação com coquetel no dia 30 de novembro de 2016 no Rio de Janeiro.

Premiação: 1º lugar – R$3.000,00 – 2º lugar – R$2.000,00 – 3º lugar – R$1.000,00

Inscrições aqui.

A Coruja Escritora também estará presente na 24a Bienal do Livro que ocorre entre 26 de agosto e 4 de setembro em São Paulo.

“Escrever é hipnotizar-se para acreditar em si mesmo, fazer seu trabalho e depois desipnotizar-se e debruçar-se sobre o material friamente”.

– ANNE LAMOTT

As dicas de Stephen King em Sobre a Escrita

“Esse livro é curto porque a maioria das obras sobre a escrita está cheia de baboseiras.”

– Stephen King

 

Assim começa o segundo prefácio de Sobre a Escrita, uma espécie de manual autobiográfico que percorre a trajetória do autor na arte de juntar palavras, o que ele sabe sobre o ofício e como se faz para sentar a bunda na cadeira todos os dias e sair com um livro pronto em três meses. Ele já acalentava a ideia de escrever um livro com suas técnicas de escrita por mais de um ano quando, sem querer, uma amiga lhe deu o empurrão que faltava. “Ninguém nunca me perguntou sobre a linguagem”, disse ela, quando questionada sobre o tipo de dúvida que nunca aparecia em palestras com escritores.Antes que essa luzinha se acendesse em sua mente, King não estava seguro se teria algo útil, interessante ou diferente para dizer.

Continue lendo

« Older posts

© 2016 Oxford Comma

Theme by Anders NorenUp ↑